São Tomé e Príncipe Nos Eventos do G7+ Em Bruxelas

São Tomé e Príncipe esteve presente no Workshop sobre “O Emprego para a Paz e Resiliência no âmbito da Cooperação F2F – Frágil à Frágil” de 30 à 31 de Março de 2015 e na “Reunião Técnica de g7+”, de 1 à 2 de Abril, realizados em Bruxelas.

Dois técnicos nacionais, um do Ministério das Finanças e Administração Pública e outro do Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais representaram o país nos referidos eventos inseridos nos objectivos do g7+ mormente na componente promoção da solidariedade e da cooperação entre os estados frágeis.

O workshop sobre o emprego para a paz e resiliência no âmbito da cooperação F2F, em que participaram representantes dos diferentes estados membros e não membros do g7+, bem como outras individualidades e parceiros de desenvolvimento convidados, permitiu adquirir conhecimentos e trocar experiências, baseados em exemplos concretos, tendo em conta as melhores práticas e os desafios dos países membros e não membros do g7+, considerados os menos avançados no âmbito da criação do emprego durável. O worhshop permitiu ainda informar aos parceiros de desenvolvimento, nomeadamente, o PNUD, BM, FMI, IFC, a União Europeia, Konrad Adenauer Stiftung, OIT, etc., sobre as dificuldades encontradas a nível dos países relativamente a criação de emprego.

Quanto a reunião técnica do g7+, em que participaram os representantes do secretariado do grupo, os pontos focais dos estados membros e os parceiros de desenvolvimento, foi possível conhecer os progressos alcançados na implementação das acções prioritárias do g7+, saídas da 3ª. Reunião Ministerial realizada em Lomé. Este encontro permitiu também aos estados membros fazerem o ponto de situação com relação a implementação do New Deal – Medidas de Políticas do g7+ a nível dos respectivos países, melhorar as sinergias e reequilibrar a estratégia do g7+ sobre o engajamento dos parceiros de desenvolvimento.

 

De recordar que g7+ é uma organização voluntária criada em Abril de 2010 em Dili, Timor Leste, que congrega países afectados pela crise ou em situações de conflito e que procuram alcançar o desenvolvimento.

A adesão de São Tomé e Príncipe foi aprovada na 3ª. Reunião Ministerial do g7+, realizada em Lomé em Maio de 2014.

 

 

 

 

Last modified on sábado, 11 abril 2015 07:28

Login